Osamu Tezuka: o pai do mangá

Autor

Categoria

Compartilhe

osamu-tezuka-manga

Ele não inventou o mangá, mas Osamu Tezuka é o grande responsável pela propagação dessa arte em todo o mundo. Criador de “Astro Boy”, foi um dos primeiros autores a fazer sucesso fora do oriente, principalmente por seu estilo influenciado pelos desenhos da Walt Disney, como Mickey, e por obras como o Gato Félix.

Tanto reconhecimento fez com que fosse construído o Tezuka Osamu Manga Museum, um museu na cidade japonesa de Takarazuka, especializado em mangá, inaugurado em 25 de abril de 1994. Ao completar 20 anos, o local promoveu uma exposição com 146 páginas desenhadas pelo autor, intitulada “Tezuka Osamu: The Biggest Creator on Earth”

osamu-tezuka-manga-museum

Outros mangás de Osamu Tezuka

Falecido em 1989, Osamu Tezuka produziu mais de 700 obras, com cerca de 150.000 páginas. Muito do trabalho nem sequer foi traduzido para línguas ocidentais. Além disso, o “Astro Boy”, originalmente conhecido como “Atom”, foi o primeiro mangá adaptado a um anime e também o pioneiro no cinema.

Mesmo o “Astro Boy” sendo um sucesso que não sai de moda, Osamu Tezuka é conhecido também por outros trabalhos marcantes. “Princesa e o Cavaleiro”, de 1953, abordava um tema diferente na época. a história rodeava uma menina que queria ser um menino. Seu corpo tinha duas almas, uma de garota, outra de garoto, e é assim que o enredo se desenvolve.

Em “Phoenix”, o tema é imortalidade, bastante complexo para as décadas de 50, 60, 70 e 80. A obra durou todo esse tempo e ainda assim ficou inacabada com a morte do autor.

Já “Kimba: the White Lion”, de 1950, ficou conhecido em todo mundo principalmente como o anime que influenciou “O Rei Leão”. Isso porque há fortes indícios de inspiração e até de cópia das cenas da criação de Osamu Tezuka.

kimba-osamu-tezuka

Se é verdade ou não, ninguém nunca esclareceu. Por tanto, é melhor você tirar suas próprias conclusões:

Mas além dessas obras o autor também criou várias outras. Algumas demoraram décadas para serem traduzidas para o Português. Confira abaixo algumas delas:

https://www.playbuzz.com/item/1bfb81a5-317b-494c-a5d3-4284ca152736

Amizade que une continentes

Muita gente não sabe, mas Osamu Tezuka e Maurício de Souza tinham uma amizade de longa data. Os dois se conheceram em 1984 por meio da Fundação Japão. Esses dois mestres encontraram na paixão por desenhar uma ligação que durou anos.

O laço ficou tão forte que mesmo após a morte do pai do mangá, o cartunista e empresário brasileiro continuou a homenagear o amigo. Em 2012, inclusive, Maurício de Souza lançou o projeto “Tesouro Verde”.

Nele foi feito um crossover entre os personagens Princesa Safiri, Astro Boy, Kimba e a Turma da Mônica Jovem. Veja abaixo o vídeo do lançamento da obra:

Já em 2018, quando Tezuka completaria 90 anos de idade, o autor brasileiro foi convidado para participar da coleção com 18 volumes 18 mangás “TezuComi”. A Maurício de Souza produções (MSP), foi responsável pelo mangá “A Noite da Princesa” que teve seis capítulos.

A obra reuniu as narrativas do filme “A Princesa e o Plebeu”, o mangá “A Princesa e o Cavalheiro”, e a Turma da Mônica Jovem. Com isso mais uma vez ele mostrou que amizade pode unir continentes.

Sem sombra de dúvida Osamu Tezuka ainda é referência até hoje para muitos autores. Mesmo depois de sua morte, seu sucesso continua a crescer e muitos títulos devem ser adaptados no futuro, fazendo que essa história perdure por várias gerações.

Autor

Compartilhe