MENU
Novos comerciais de carros se rendem aos elementos geeks

Novos comerciais de carros se rendem aos elementos geeks

Desabafo sobre o final de Dexter

Desabafo sobre o final de Dexter

Novo Mario Kart renova estilo deathmatch race

Jogos de carro sempre tendem a buscar o pódio. Mas sempre têm aqueles que antes da vitória, querem a derrota do adversário (à lá Dick Vigarista). É mais ou menos pensando nisso que surgiram as batalhas de corridas, ou, os deathmatch races.

novo-mario-kart

O mais clássico desse estilo é a franquia do mascote italiano da Nintendo, que, inclusive, tem um novo título quentinho chegando ao Nintendo Wii U: o Mario Kart 8. O início de tudo foi no Super Nintendo, onde fez a alegria dos fãs colocando os famosos personagens da franquia para correr em um dos melhores jogos do console. A dinâmica dos deathmatch races fica por conta dos apetrechos que você pode adquirir para atrasar ou destruir o outro corredor – no caso do Mario, cascos de tartarugas e cascas de bananas eram os principais. 

O jogo do encanador foi o único que resistiu ao tempo e se renovou nesta categoria. O novo Mario Kart 8, terá novas pistas que desafiam a gravidade, gráficos em alta definição, além de utilizar carros e motos. Quanto ao online, o modo multiplayer vai contar com suporte para até 12 jogadores. Outra novidade fica por conta da possibilidade de se publicar os replays das corridas diretamente no YouTube. O lançamento de Mario Kart 8 é nesta sexta-feira (30), no mundo todo.

Mas além do bigodudo da Nintendo, outros games entraram na onda do deathmatch race e criaram verdadeiras batalhas épicas entre carros.

Kart, carros e armas: o deathmatch race

Ser a caça e o caçador ao mesmo tempo

Em 1995, um jogo intitulado Destruction Derby foi lançado pela produtora Psygnosis. A ideia era representar a guerra dos eventos de carros de demolição sendo perseguido por seus adversários em uma arena fechada. O jogo era muito bem montado e dava uma experiência bem sádica de tentar fazer com que os rivais rodassem 180º para ganhar pontos e 360º para o dobro de pontos.

É bem verdade que o nível de dificuldade do game era muito elevado, em poucos segundo seu carro poderia estar a ponto de explodir e, até pegar o jeito da coisa, era meio irritante. O vídeo a baixo é da sequência Destruction Derby 2, para PSOne, que melhorou em aspectos como gráficos e arte dos carros.

Nem pontos, nem pódio. O negócio é destruir!

Outros jogos que deixaram de lado a disputa de corrida e partiram para a luta, são Twisted Metal, um dos games de maior sucesso do gênero, e Vigilante 8. O primeiro virou febre desde o início da franquia no Playstation. Hoje em dia já conta com motos, helicóptero e uma série de armas e equipamentos disponíveis para detonar o adversário. O segundo foi lançado pra Playstation 2, e é basicamente inspirado no próprio Twisted Metal.

Estes games transformam o cenário em uma corrida maluca, sem corrida! Todos atacam todos e o último de pé é o vencedor. Para isso, contam com canhões, bombas, minas e inúmeros outros equipamentos disponíveis. 

Atacar os outros para chegar em primeiro

Fechadas e manobras para desestabilizar o concorrente de pista é normal. Mas fazer com que ele bata na parede ou atirar nele para que saia da frente… Hoje em dia, também é normal! Ok, não na vida real. Mas nos games isso se tornou uma fórmula de fazer sua corrida mais emocionante.
Burnout chegou ao Playstation 2 com uma proposta simples: uma corrida em que você dá perda total em seus rivais e vence. E não é que fez sucesso?! Dentre os vários modos de competição, o jogo apresenta sempre uma pista no meio da cidade, alta velocidade e briga intensa pra destruir o adversário.

No entanto, muito antes o Super Nintendo já tinha essa ideia de eliminar a concorrência. No Rock’n Roll Racing o negócio era na bala! Armas e minas eram indispensáveis na hora de jogar o outro carro para escanteio. Este game foi revolucionário para os deathmatch races e é adorado no mundo todo até hoje (muito pela sua excelente trilha sonora também). 

Celebrity deathmatch

Os famosos personagens também se renderam ao deathmatch race. Além do Mario Kart, que passou por quase todos os consoles da Nintendo, outros grandes nomes dos games e dos desenhos experimentarem o estilo, como o Megaman Battle & Chase (PS1), Bomberman Fantasy Racing (PS1), Donkey Kong Race (N64), Woody Woodpecker Racing (PS1), Crash Team Racing (PS1) e até os personagens da Disney entraram nessa com o Disney Magical Tour (PS1 e GBC).

Mais recentemente, os pilotos de fórmula 1 entraram na onda e o F1 Race Stars foi lançado com gráficos fascinantes e jogabilidade muito divertida. Massa, Hamilton, Alonso e companhia protagonizam esse excelente deathmatch race game.

Comentários
Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Google+Share on FacebookEmail this to someone

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>