A comédia brasileira “Ctrl C Ctrl V”

Autor

Categoria

Compartilhe

comedia-brasileiraNão podemos negar que os números do filme “O Candidato Honesto” são ótimos. Já ultrapassou a marca de 1 milhão de espectadores no cinema e segue com grande bilheteria. Porém, é inegável, também, a semelhança no enredo do filme estrelado por Leandro Hassum e a produção americana de Jim Carrey, “O Mentiroso”.

Um rapaz que mente para sobreviver em sua profissão e, por um pedido de um familiar, passa a dizer só verdades, mesmo que elas o prejudiquem. Essa história é exatamente  a do longa hollywoodiano e sem tirar nem por da comédia brasileira. Com um “pequeno” hiato de 17 anos.

Mas antes que digam que é implicância, o novo trailer de “Os Caras de Pau em O misterioso roubo do anel” foi lançado nesta semana e apresentou outras cenas bem próximas de comédias americanas.  O momento em que um terceiro membro acerta o rosto de Marcius Melhem lembra “Corra que a polícia vem aí”. A briga entre o cachorro e Leandro Hassum é muito parecida com a cena de Ben Stiller, em “Quem vai ficar com Mary?”.

https://www.youtube.com/watch?v=hweFg3BXp24

Outros exemplos na comédia brasileira

comedias-brasileirasDeixemos Hassum de fora com outros exemplos de “Ctrl C Ctrl V” na comédia brasileira. “Se eu fosse você” é um dos vários filmes de troca de corpo no cinema mundial. Até aí seria apenas mais um clichê, o problema é que o enredo coloca uma discussão inicial entre um casal como o ponto principal da trama, resultando na troca. “Dating the enemy”, um filme australiano de comédia do ano 1996, tinha exatamente essa ideia.

Não está convencido ainda de que muitos roteiristas estão sem criatividade? Vamos falar, então, de “Copa de Elite”, que embarcou numa moda ultrapassada do cinema americano, que faz paródias de outras produções. “Todo mundo em pânico”, “Os Espartalhões”, entre outros filmes nos anos 2000 que abusaram dessa estratégia e tornaram isso num grande besteirol.

A conclusão é de que existem produções boas sim, mas parece que as principais comédias brasileiras foram roteirizadas pelo pessoal do Zorra Total – o que na verdade não é lá muito diferente, pois a maioria desses filmes é produzido pela Globo Filmes.

Ficamos no aguardo de esporádicas boas comédias. Sdds “Auto da Compadecida” – que teve sua história criada para o teatro por Ariano Suassuna, o que talvez justifique a rara qualidade.

Autor

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here