Intervenção de alienígenas na Terra pode ter mudado o passado

Autor

Categoria

Compartilhe

alienigenas-na-terra

A grandiosidade e complexidade das pirâmides do Egito ainda são uma incógnita quanto à sua construção. Apesar de arqueólogos apontarem para o trabalho manual de 20 a 30 mil pessoas (há quem diga 100 mil), ufólogos acreditam que todo desenvolvimento da humanidade pode ter sido potencializado por uma intervenção de alienígenas na Terra, há milhares de anos.

Conhecido pela série do Canal History “Alienígenas do Passado”, o escritor suíço Giorgio Tsoukalos rodou o Brasil em 2018, durante o UFO Summit, para defender essa tese. “É indiscutível que nossa espécie sofreu forte, contínua e decisiva intervenção por parte de civilizações extraterrestres em inúmeras épocas, desde a Antiguidade”, argumenta.

alienigenas-do-passado
Foto: Divulgação/UFO Summit

Ao estudar mais de 7 mil anos da história da Terra, Giorgio encontrou evidências que podem indicar a presença de aliens na história. Entre elas, estão pinturas rupestres e medievais que retratavam coisas e eventos vistos pelos antepassados. Os desenhos apontavam para fenômenos astronômicos e até avistamento de discos voadores. “A semelhança destas imagens com as de UFOs vistos atualmente é surpreendente”.

O escritor Erich von Däniken – autor do best seller Eram os Deuses Astronautas? – vai além. Ele aponta pinturas medievais que, apesar da forte influência da igreja, retratavam seres e artefatos que não pertenciam à época.

Exemplo é a pintura do século XV “Glorificação da Eucaristia”, localizada no Vaticano. “Nela se vê retratada com clareza uma esfera metálica e com antena, semelhante a um satélite dos anos 60, como o Sputnik. Como isso é possível?”, questiona Erich.

Alienígenas, tecnologia e religião

Já que o Erich falou de religião, uma das tônicas dos entendimentos de ambos os pesquisadores é de que a religião também acabou sendo interpretada a partir de tecnologias trazidas por alienígenas na Terra.

Essa ideia se baseia no conceito de “Culto à Carga”: uma sociedade tecnologicamente avançada visita uma sociedade tecnologicamente primitiva, e essa passa a admirar os avançados como se fossem deuses.

Exemplo disso são os “aviões antigos” dos Incas. Em uma série de slides, Giorgio mostrou que o povo pré-colombiano tinha o costume de moldar o formato dos elementos que eles viam e que esses pequenos objetos dourados, desenvolvidos por eles, são a evidência de interação de alienígenas do passado.

Isso porque o formato, como apontou Giorgio, não se assemelha com nenhum animal ou objeto da época, e sim a um avião, tecnologia que pode ter sido apresentada por um ET. As provas seriam a semelhança do molde com cauda de estabilização até o trem de pouso.

E é a partir das visitas dos alienígenas que teríamos baseado nossas religiões e crenças em deuses.

“Muitos milhares de anos atrás alguns extraterrestres chegaram ao nosso planeta Terra. Nossos ancestrais, naquela época, eram pessoas primitivas da Era da Pedra. Eles não podiam entender o que estava acontecendo. Então, eles acreditavam que esses visitantes eram deuses”, disse Erich von Däniken em entrevista à Sputnik Brasil.

Outros exemplos apresentados pela dupla de teóricos dos astronautas ancestrais são: Machu Picchu, as linhas de Nazca, o candelabro de Paracas, os moais da Ilha da Páscoa, o sítio arqueológico de Stonehenge, as pirâmides do Egito e de Chichén Itzá, estas no México, e Puma Punku, na Bolívia.

Esta última, inclusive, esteve presente em boa parte da fala de Giorgio.

UFO Summit: ufologia é coisa séria!

Você deve estar pensando: “caramba, mas eles não vão falar sobre o meme do Giorgio?”. Quando falava sobre a relação de nossas crenças religiosas com os alienígenas na Terra, Erich von Däniken também apontou que a igreja e a mídia sempre fomentaram a ridicularização da ufologia, como se histórias de ETs fossem coisa de maluco.

Giorgio recebeu esse rótulo do meme exatamente porque o tema ainda é visto por muitos como algo cômico, ignorando os extensos estudos sérios realizados pelos pesquisadores.

Ademar José Gevaerd é Editor da Revista UFO e falou com a gente sobre esse julgamento, que também foi feito no começo do seu interesse.

O UFO Summit é mais uma iniciativa para quebrar esse paradigma e levar informação de qualidade sobre o universo alienígena. Com o sucesso de 2018, Gevaerd já planeja a próxima edição.

Você pode acompanhar os nossos Stories do UFO Summit nos destaques do Instagram.

Autor

Compartilhe